Adolescente admite que planejou ataque a show de Elton John em Londres

Adolescente admite que planejou ataque a show de Elton John em Londres

m jovem islamita radical admitiu diante um tribunal londrino que planejou um ataque a bomba na capital britânica, que incluía como possíveis alvos um show do cantor Elton John e a principal rua comercial da cidade.

Haroon Syed, de 19 anos, residente no oeste de Londres, se declarou culpado diante o tribunal de Old Bailey pela acusação de “preparação de atos terroristas” entre abril e setembro de 2016.

O jovem considerou como objetivos tanto a Oxford Street, a maior rua comercial de Londres, como o show de Elton John no Hyde Park do último 11 de setembro, no 15º aniversário dos atentados de Nova York.

No entanto, foi detido por agentes do serviço secreto e enfrenta agora uma possível pena de prisão, depois de admitir que estava preparando atos terroristas.

Haroon Syed pensava que a pessoa com quem mantinha conversas na internet era outro extremista, mas na realidade era um agente do serviço de segurança britânico.

O juiz Michael Topolski adiou a sentença para o próximo 8 de junho a fim de obter um relatório psiquiátrico sobre o jovem, que pode ser condenado à prisão perpétua.

“Syed admitiu que tentava conseguir uma metralhadora, pistolas, um colete suicida e uma bomba”, disse a polícia metropolitana de Londres após sua declaração de culpabilidade.

Em relação à bomba, Syed emitiu “uma petição especial de que estivesse cheia de pregos, para que pudesse detoná-la em um lugar movimentado”, acrescentou.

Quando foi detido, em 8 de setembro passado, confessou à polícia que a senha do seu telefone celular era ISIS, as siglas em inglês do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

A defesa de Syed argumentou em um comunicado que tudo foi preparado por radicais na internet, mas que ele nunca tentou realizar um ataque. Suas conversas com o agente foram meramente uma “fantasia para ver quão longe chegaria”, diz a nota.

Syed se declarou culpado depois de não conseguir que o caso fosse rejeitado e de excluir a evidência chave das conversas on-line.

Via Globo.com

About Nossa Londres

Notícias, Magazine; Publicidade – Londres UK